Todos nós sabemos de algumas superstições e mitos que cercam os casamentos, certo? Neste artigo, vamos rever alguns e ver que não são para tanto.

Desde que os casamentos são casamentos têm sido cercados por mitos e lendas, de superstições que atormentam algumas noivas. Queremos falar delas e mostrar que nem todas são tão terríveis como parecem para que você possa ignorá-las e desfrutar realmente de tudo o que você quiser no seu grande dia.

Usar um vestido branco e véu. O branco sempre foi o símbolo da pureza e o véu protegia a noiva dos maus espíritos, além da sua virtude até se converter em esposa. Os grandes designers há muito tempo perceberam que a cor não é incompatível com as noivas e é possível encontrar belos vestidos coloridos, formas de aplicá-lo sobre um vestido branco e, claro, os tocados podem substituir o véu se a noiva assim o desejar sem que nada aconteça a não ser estar mais bonita.

Que o noivo não veja a noiva antes de se encontrarem no altar porque traz má sorte. Cada vez são mais os casais que se vestem na mesma casa e que saem juntos para a cerimônia de mãos dadas. Viver esses momentos tão especiais juntos também tem o seu lado bom, não é? Além disso, o primeiro olhar, esse momento de intimidade em que os noivos se vêem pela primeira vez sozinhos antes da cerimônia tem muitas vantagens sobre a história do casamento.

Se alguém o convida para o seu casamento você está obrigado a convidá-lo para o seu. Isso é um mito que, provavelmente, vem à cabeça para muitos casais. Com o tempo, as relações mudam e, talvez, o tipo de casamento que você vá celebrar seja algo diferente do que o que eles tiveram e talvez não haja lugar. É o seu grande dia e você pode convidar quem quiser, aqueles que são realmente importantes para você.

Contratar um planejador de casamento é caro. Este é um daqueles mitos que se espalham como pólvora e que é conveniente desmentir. Quando você pedir um orçamento para um profissional tenha em mente as horas e os meses que vai investir te ajudando com o casamento dos seus sonhos. Também leve em conta os seus contatos com outros profissionais do setor que vão te ajudar a economizar dinheiro de outras maneiras.

Fazer casamento íntimo é uma grande economia. Não é sempre e é importante considerá-lo claro. Comprar todos os materiais necessários e, em seguida, investir tempo na preparação de cada detalhe pode não ser uma economia. O que faz um casamento íntimo é que seja um casamento muito seu, único e especial e recomendamos que você inclua sempre algum detalhe colocado da parte de vocês.