A Rússia é um desses países que você não pode deixar de visitar. Trata-se do país mais extenso do mundo que combina a perfeição da Europa e Oriente. Prepare-se para uma lua de mel, onde a opulência será a sua companheira de viagem.

A Rússia é o maior país do mundo, com uma superfície de mais de 17 mil quilômetros, o que representa um nono da terra firme do nosso planeta. Ocupa todo o norte da Ásia e 40% da Europa, e ostenta o recorde de ser o país que faz fronteira com mais países, nem mais nem menos do que 16.

Se você está planejando visitar este fabuloso país em sua lua de mel, aqui estão dois destinos que certamente te cativarão:

São Petersburgo. Localizada no Golfo da Finlândia esta cidade foi fundada pelo czar Pedro, o Grande para se converter na janela da Rússia para a Europa. Trata-se de uma das maiores cidades do mundo, e a segunda da Rússia. É conhecida como a Veneza do Norte devido aos seus românticos canais, majestosas igrejas e palácios e seus belos parques. Uma de suas principais atrações são as noites brancas, um fenômeno que ocorre durante o solstício de verão no qual o crepúsculo dá lugar ao amanhecer sem chegar realmente a escurecer toda a noite.

Nesta cidade você não pode deixar de visitar a Catedral de Santo Isaac e da Virgem de Kazan, o Palácio de Inverno e a Fortaleza de Pedro e Pablo, famosa por sua impressionante catedral, que é o panteão dos czares russos. Tampouco perca o Museu Emiteage, um dos maiores do mundo, nem o palácio Ekateriinski, com sua espetacular Câmara de Âmbar.

Moscou é a maior capital do mundo. O que mais atrai nesta cidade é a majestosidade de seus edifícios, e as espetaculares cúpulas douradas que a salpicam. Na Rússia tudo é grande, por isso a maior praça do mundo não poderia estar em qualquer outro lugar que não seja Moscou, trata-se da famosa Praça Vermelha, onde é possível visitar o mausoléu de Lenin, o Museu Histórico do Estado e a famosa catedral de São Basílio, com suas características e pitorescas cúpulas, construídas no século XVI por Ivan, o Terrível.

No centro da cidade encontra-se o Kremlin, a antiga fortaleza dos czares, onde você pode visitar a Catedral da Assunção, de São Miguel Arcanjo, o czar dos canhões e o sino de Zarina. Tampouco podemos deixar de visitar o Grande Teatro Bolshoi, sede de grandes óperas e do seu famoso balé. E se existe uma experiência que você não pode perder é ir até o metrô, conhecido como o Palácio Subterrâneo, composto por 165 estações, que o convertem em um autêntico museu cheio de esculturas, gravuras, mármores e outras maravilhas.

Quanto ao clima, por tratar-se de um país tão extenso não podemos falar de temperaturas gerais, embora se tivéssemos de defini-lo diríamos que é continental, com invernos muito frios e verões quentes. A melhor época para visitar a Rússia é no verão, quando as temperaturas são mais agradáveis, embora as noites mais refrescantes. Os invernos são extremamente frios, podendo chegar a 20 graus abaixo de zero. Mas se o frio não te assusta você pode visitar o país no outono e desfrutar das belas paisagens nevadas.