Lua de Mel na Coréia do Sul

Se você está procurando um destino diferente para a sua lua de mel, hoje propomos que você viaje para a milenária e desconhecida Coréia do Sul. Coréia proporcionará diversão, aventura e espetáculo a sua viagem despertarão o romance em você.

A República da Coréia, mais conhecida como Coréia do Sul, é um país da Ásia Oriental, localizado ao sul da península coreana. Limita a norte com a Coréia do Norte, a leste com o Mar do Leste, ao sul com o Estreito da Coréia, que a separa do Japão, e a oeste pelo Mar Amarelo.

A Coréia é um país onde convivem a tradição e a modernidade, e que possui uma das mais antigas civilizações do mundo, além de um grande santuário natural que se tornou um refúgio para várias espécies ameaçadas de extinção. Sem dúvida, um mundo de descoberta, onde hoje destacamos três pontos de visita obrigatória:

  • Seul. É a capital da Coréia do Sul e a maior cidade da península coreana. Se você não tem medo de altura pode desfrutar de fantásticas vistas sobre a cidade no Edifício 63, um arranha-céu com elevador panorâmico, de onde é possível ver toda a cidade aos seus pés. E se você ficar cansado de ver Seul do céu, pode tomar o teleférico para a Torre N e almoçar em seu restaurante giratório. Certamente será uma experiência única. Mais do que recomendada é uma visita a aldeia Hanok de Namsangol, será uma autêntica viagem no tempo. Tampouco perca a troca da guarda no Palácio de Gyeongbokgung.
  • Gyeongiu. Por cerca de 1.000 anos, foi à capital do Reino Silla, e atualmente é um dos centros culturais mais importantes do mundo, prova disso é que caminhar por suas ruas é como estar em um grande museu ao ar livre. Não perca o observatório astronômico de Cheomseongdae, que data do século VII. Construído em pedra e certamente te surpreenderá ver sua forma de garrafa. O túmulo submarinho do Rei Munmu, o Templo Bulguksa e as Grutas Seokguram, um dos maiores templos budistas, são outras atrações que você pode ver em Gyeongju.
  • Jeju. A ilha de Jeju se encontra no Estreito da Coréia, e é um autêntico paraíso que muitas vezes lembra a ilha do Havaí. Esta ilha vulcânica é considerada como um dos maiores paraísos naturais do mundo, foi declarada Patrimônio Mundial da Humanidade, Geoparque Mundial e Reserva da Biosfera. Não se esqueça de visitar a Cachoeira de Cheonjaeyeon, onde conta à lenda que à meia-noite descem do céu sete ninfas para banhar-se na lagoa. Outras atrações incluem o Jardim Botânico Yoemiji, o complexo turístico Jungmun, a praia Hyeopjae, ou o Museu do Urso.
  • E uma última dica. A melhor época para visitar a Coréia do Sul é na primavera ou no início do outono. A estação das chuvas vai de junho a setembro, embora o mês com maior precipitação seja julho. Se for visitar a Coréia do Sul no inverno se aqueça bem, pois as temperaturas mínimas atingem até -20°C.