Hoje lançamos o nosso lado mais aventureiro para visitar um dos países mais exóticos e misteriosos do Sudeste Asiático, Birmânia. Prepare-se para apreciar suas incríveis paisagens e a simpatia do seu povo.

Birmânia é o nome pelo qual a ONU chama este país localizado no sudeste da Ásia, embora a União Européia desde outubro de 2010 a reconheça oficialmente como Myamar. Limita ao norte com a China, ao sul com o Mar de Andaman, ao leste com Laos e Tailândia, e ao sul com a Índia, Bangladesh e o Golfo de Bengala.

Definitivamente a Birmânia é um país que te cativará, e se você está pensando em viajar para lá em sua lua de mel tome nota, porque aqui estão alguns dos lugares que você não pode deixar de visitar:

  • Bagan. Não existe nada mais exótico e misterioso do que visitar uma cidade abandonada, por isso estamos certos de que Bagan te cativará. Localizada nas margens do rio Irrawaddy, esta cidade é uma das maravilhas da Ásia. Lá é possível encontrar belos pagodes e fabulosos templos. Como curiosidade te contaremos que a cidade foi saqueada no final do século XIII, e depois disso nunca se reconstruiu.

    Sugerimos que você traga a câmera com a bateria totalmente carregada, porque você vai se encontrar com mais de 5.000 templos, embora te recomendemos que não deixe de visitar Ananda, Gawdawpalin e Thatbyinnyu.

  • Mandalay. É a segunda maior cidade de Birmânia e sua antiga capital. Aqui você não pode deixar de visitar Shwenandaw Kyaung, trata-se do único edifício que ainda se mantém erguido ao pé do que foi outrora um luxuoso palácio rodeado por um fosso. Tampouco deixe de ver a Colina de Mandalay, para chegar ao topo é preciso subir suas famosas escadas em espiral, com 1.729 degraus. A recompensa será poder desfrutar de seus pontos turísticos, seus templos e de um dos mais belos pôr do sol no mundo. E é claro que você não pode ir para Mandalay sem atravessar algum dos seus movimentados mercados, onde você pode comprar alguma peça de artesanato.
  • Lago Inle. Esta é uma das visitas obrigatórias, e definitivamente uma das que mais te surpreenderá. Em suas margens podemos encontrar mais de 200 povos e a maioria deles são habitados pelos Intha, os filhos do lago. Os Intha aprenderam a viver no lago e aproveitar ao máximo. Você ficará fascinado com o seu mercado flutuante, seus templos, sua original forma de cultivar na superfície do lago, e, a maneira particular que têm os Intha de remar, pois não utilizam as mãos, mas os pés.

Como você pode ver Birmânia pode ser um lugar perfeito para passar uma lua de mel inesquecível. E, especialmente, não se esqueça de visitar os templos onde é preciso ir completamente descalço e com calças compridas, pois as bermudas e as calças curtas são proibidas.

E, finalmente, leve em conta que o clima de Birmânia é tropical, com uma temperatura média de 25°C. A melhor época para visitá-la é entre os meses de novembro e fevereiro, pois é quando as temperaturas são mais amenas e as chuvas menos abundantes. De junho a setembro as temperaturas também são leves, mas coincide com a estação das monções, por isso as chuvas são muito abundantes. As piores datas para viajar são de março a maio, pois o calor é praticamente insuportável.