O despertador toca prontamente, embora na verdade você não precise, é o dia do seu casamento, você não vai dormir, isso se com sorte você conseguir pregar o olho.

Você se levanta da cama e faz o ritual que toda noiva costuma fazer nesse dia, dirija-se à janela e… Não está lá. O sol que você sempre desejou não se apresentou no dia do seu casamento e no horizonte as nuvens ameaçam chuva.

Relaxe, respire, os casamentos sob chuva também podem ser belos, especialmente se você seguir algumas dicas para ter um plano alternativo.

O primeiro é definir a data com certo realismo, ou seja, casar-se quando você deseja, mas não programar uma cerimônia ou o convite ao ar livre, em um mês de chuvas, é verdade que, se isso acontece como neste ano pode fazer um sol de morte ou uma temperatura ideal, mas é provável que não aconteça.

O segundo é que você não tem que desistir de um casamento ao ar livre, mas você deve contar com alguns fatores práticos no momento de montar a infra-estrutura.

Se o casamento é civil e você deseja fazer a cerimônia ao ar livre contrate uma empresa de tendas que faça a montagem com a previsão de que pode chover. Crie uma tenda como um toldo, descoberta nas laterais em caso de chuva, assim você não se molhará, poderá fazer a sua entrada e os convidados poderão te ver sob esse toldo sem acabar molhados.

No momento do convite é conveniente procurar um restaurante no qual você possa estar sob um teto, que é o próprio banquete com um terraço ou aberto onde possa estar em contato direto com o exterior, sem sofrer as intempéries do tempo. Uma estufa de telhado aberto pela lateral também é uma boa escolha. A idéia é que se chover um pouco ficará até bonito e se chover você sempre terá a opção de fechá-lo.